Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

loading...

Tubarões de duas cabeças estão se tornando mais comuns

A população de tubarões de duas cabeças está crescendo e os cientistas não têm a menor ideia do que está provocando o estranho fenômeno.

Recentemente, pesquisadores espanhóis identificaram e embrião de duas cabeças de uma espécie de tubarão-gato comum no Atlântico. O estudo foi publicado na revista "Journal of Fish Biology".

Valentin Sans-Coma, chefe do estudo, afirmou não ser possível afirmar se o animal teria sobrevivido em ambiente natural. Testes mostraram que a fêmea não havia sido exposta a produtos químicos, radiação ou infecção.
Embrião de tubarão com duas cabeças | Reprodução/Journal of Fish Biology

Em 2013, cientistas nos EUA confirmaram a descoberta do primeiro exemplar de tubarão-touro de duas cabeças. Patrick Rice, criador da SharkDefense, repelente contra tubarões, adquiriu o exemplar de pescadores de Key West (Flórida, EUA). O animal foi encaminhado ao Florida Keys Community College, onde permanece em exibição ao público.
Tubarão de duas cabeças encontrado na Flórida | Reprodução/ Florida Keys Community College

Fisgado por pescadores, o exemplar foi entregue para estudo científico | Reprodução/ Florida Keys Community College


O maior número de mutações é observado em tubarões-azuis, pois as fêmeas carregam até 50 filhotes por gestação, de acordo com estudo do Instituto Politécnico Nacional do México. O que está por trás dessas mutações ainda é um mistério para a ciência.

As teorias mais frequentes para explicar o fenômeno incluem infecções virais, desordens metabólicas, poluição e mutação genética provocada por incesto.

0 comentários :

Postar um comentário