Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

loading...

9 anos após o casamento, casal encontra presente sem abrir

Nós gostaríamos de compartilhar com você uma história que, de tão surpreendente, mais parece uma fábula, não um caso da vida real. Trata-se de um presente de casamento que mudou totalmente a percepção de um casal sobre o conceito de família e de amor.

«Uma tarde, bebendo uma taça de vinho, Brandon e eu falávamos sobre um casamento para o qual havíamos sido convidados, pensando no que dar de presente aos noivos.
 Começamos a relembrar o que ganhamos nove anos atrás, pelo nosso casamento, e de quais dos presentes nós mais gostamos. E foi quando nos demos conta de que ainda havia um presente por abrir. Parece estranho, mas é verdade!»

«O presente era um envelope branco da Tia Alison, que dizia ’Não abrir até a primeira discussão’».

É claro que nós havíamos brigado algumas vezes no decorrer dos anos, mas nunca cogitamos o divórcio. E o envelope continuava fechado. Nós dois resistíamos à ideia de abri-lo, pois significaria o fracasso do nosso casamento. Sempre pensávamos que esta ou aquela discussão não havia sido séria o suficiente para que abríssemos o envelope. E assim continuávamos com nosso relacionamento, superando os problemas".

«Nosso subconsciente dizia que, naquele envelope, havia uma espécie de chave mágica capaz de salvar um casamento, pois a tia Alison havia vivido ao lado do marido por 50 anos, até tornar-se viúva.
Mas, naquela tarde, resolvemos abrir o presente. Dentro do envelope, havia outros dois envelopes com nossos nomes».
 

«Ao abrir os envelopes, vimos dinheiro e bilhetes para cada um de nós dois». 

«Kathy, compre pizza, camarões ou outra coisa de que vocês dois gostem. Com amor, tia Alison.

Prepare a banheira». 

«Brandon, compre flores e uma garrafa de vinho. Com amor, tia Alison».

Nós achávamos que aquele presente salvaria nosso casamento, e de certa forma, foi o que aconteceu. Quero agradecer minha tia Aliso pelo melhor presente da minha vida. Ele ficou 9 anos no armário, resistiu a três mudanças de endereço, e não foi à toa. Durante este tempo, estivemos aprendendo a ter paciência, a nos entender um ao outro, a ser uma equipe, parceiros e amigos. Entendemos que não existe nenhuma ferramenta capaz de preservar o amor. A chave para um casamento feliz não estava naquele envelope, mas em nós mesmos". 

0 comentários :

Postar um comentário