Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

loading...

5 mitos sobre a segurança na internet e no seu PC

Por Fabio Jordão no Tecmundo

Estamos em uma época em que dificilmente sobrevivemos sem a internet. Tudo nos leva para a web e não temos como (e não queremos) ficar desconectados. Seja para trabalho ou para fins pessoais, a rede mundial de computadores é útil (e inútil do jeito que gostamos) de diversas formas.

Todavia, essa dependência nos levou ao medo, já que temos receio de que alguma ameaça virtual atrapalhe nossa vida digital — e até mesmo cause prejuízos no mundo real. É justamente por isso que a segurança é um tema constantemente debatido e pauta para inúmeros artigos.

Hoje, vamos falar sobre alguns mitos de segurança que existem a cerca da internet, das redes wireless e até mesmo das preocupações que você deve ter quanto aos seus arquivos pessoais. Será mesmo que o bom senso ainda é suficiente para manter você seguro? O mono anônimo do seu navegador é garantia de segurança? Isso e um pouco mais é o que vamos tentar responder.

1) - Milhões de ataques criminosos acontecem todos os dias

Muitos órgãos governamentais e empresas de seguranças já deram alertas sobre os altos perigos da internet, muitas vezes informando que os “hackers” (que não são as pessoas com más intenções) realizam milhões de ataques diariamente.

Primeiro, é importante ressaltar que quem faz isso são os crackers. Segundo, dizer que são milhões de ataques soa como algo alarmante (o que, em parte, realmente é), mas, no fundo, a maioria desses ataques não passa de simples tentativas sem sucesso. É mais ou menos como as bactérias em nosso corpo, elas são incontáveis, mas pouquíssimas são nocivas.
Qualquer pessoa interessada em segurança digital, e com um mínimo de conhecimento, pode disparar um ataque contra milhares de computadores apenas para testes, mas isso não significa que seu computador está em perigo constante e que tudo vai explodir a qualquer momento. Muitas vezes, o ataque sequer passa do seu roteador e, na maioria dos casos, ele é barrado pelo firewall do computador.

Então, mesmo que milhões de ataques sejam realizados todos os dias, poucos são bem sucedidos, não sendo necessário você arrancar os cabelos de preocupação ou viver em uma caverna para evitar os perigos do mundo digital. No fundo, eles não são ataques, mas apenas tentativas.

2) - Ninguém vai invadir meu PC, porque não tenho nada interessante

De fato, ninguém quer seus arquivos. Boa parte dos criminosos da era digital não quer saber de suas músicas MP3, dos seus vídeos e dos documentos que você produz para entregar na escola. Tanto é que muitos bandidos digitais não se dão o trabalho de invadir máquinas de forma individual, pois não há necessidade de fazer isso.

Claro, existem ainda os crackers que se aproveitam de brechas e, de vez em quando, vasculham alguns computadores para conferir se não há alguma foto interessante. Entretanto, os crackers sempre visam o lucro, portanto é muito mais lógico que eles aproveitem sua máquina de outras formas.

Quando um malware contamina seu PC, ele visa transformar sua máquina em um zumbi, a qual terá os recursos consumidos para operar por uma causa maior. A união de inúmeros computadores nesse estado acaba formando um exército que vai trabalhar para o cracker lucrar de alguma forma.

No fim, você pode realmente não ter arquivos interessantes, mas o poder de processamento do seu computador é motivo suficiente para uma invasão. Então, é bom mudar o discurso e tomar os devidos cuidados para evitar ataques inesperados.

3) - O modo de navegação anônima esconde tudo o que eu faço na web

Mais ou menos. De fato, esse tipo de recurso presente nos mais famosos navegadores evita a gravação dos rastros que você produz na internet. Todavia, pode ter certeza que, mesmo no modo anônimo, muitos dados são salvos no seu computador, ainda que eles fiquem armazenados apenas temporariamente e depois sejam deletados.

Muitos arquivos são criados no seu computador para que os sites possam ser carregados adequadamente. Toda a informação que vem de fora (ou seja, tudo que você acessa) é armazenado em uma pasta temporária, o que vale também para os dados de logins. Isso é necessário para que o navegador possa exibir o conteúdo da web.

Além disso, tais informações armazenadas no PC são necessárias para que os sites possam verificar que você é você. Ao efetuar o login em uma rede social ou no seu email, os servidores desses serviços estarão registrando todos os dados, afinal, a comunicação entre seu PC e o servidor do site em questão só acontece quando há um registro de dados.
Ao encerrar o navegador, os dados serão excluídos, mas pode ter certeza que essa ferramenta não evitou que todos os sites pelos quais você passou não tivessem como detectar algumas informações sobre seu acesso, até porque muitas informações são gravadas nos servidores para garantir uma segurança mínima (inclusive para a proteção dos provedores de serviço).

No mínimo, seu endereço IP e a data (com o horário) foram armazenados nos servidores remotos. Vale ressaltar ainda que nada impede que terceiros (incluindo criminosos) interceptem o tráfego de dados da sua máquina. Sendo assim, o modo anônimo serve apenas para você se proteger de bisbilhoteiros que usam seu PC, mas não lhe dá uma segurança tão extraordinária na internet.

4) - Minha rede está segura, porque eu oculto o SSID

Conforme já comentamos em diversos textos, acreditar que o SSID oculto é uma medida de segurança é um grande engano. Ainda que tal medida sirva para esconder sua rede dos assistentes de conexões mais simples, ela não evita que alguns programas mais avançados encontrem sua rede.

Basicamente funciona assim: seu roteador está transmitindo dados e informações, portanto ele poderá ser encontrado. Os softwares mais inteligentes são capazes de encontrar quaisquer SSIDs e, caso seu roteador não tenha senha, não será tão difícil se conectar ao roteador e aos computadores da rede.
Para ficar realmente seguro, você deve definir uma senha do tipo WPA2 que, de preferência, não tenha nada a ver com seu nome ou sua data de nascimento. Além disso, vale ativar o filtro de endereço MAC (para que apenas os aparelhos autorizados possam se conectar ao roteador) e esconder o SSID. Essa é a forma mais inteligente de manter sua rede wireless segura!

5) - Não preciso de softwares de segurança, porque eu sei me comportar

É verdade sim que boa parte das invasões e contaminações ocorre em decorrência da desatenção do usuário. Há inúmeras formas de atrair a atenção do usuário (os criminosos sabem disso) e, acredite, muita gente acredita que tudo que está na web é verdade. É por isso que tem muita gente trabalhando em casa e ganhando mil reais por dia.

A verdade é que, como diria o ditado, a curiosidade matou o gato! Muita gente acaba tendo seu PC infectado por ser curioso ou por querer pagar de malandrão. Assim, o primeiro passo para estar mais seguro é navegar de forma consciente. Entretanto, será mesmo que apenas evitar clicar em qualquer coisa e navegar apenas em sites seguros é suficiente?

Isso ajuda muito na prevenção, mas não é garantia de que você está totalmente seguro. Sempre pode acontecer de um ou outro malware entrar no seu PC (até mesmo ao conectar um pendrive ou ao baixar um arquivo no email que aparentemente não está contaminado).
A melhor medida para evitar quaisquer problemas é ter, no mínimo, um antivírus gratuito instalado no computador e algum firewall que impeça as grandes ameaças de estragarem sua máquina. Não é vergonha alguma usar programas de segurança, isso não vai torná-lo menos inteligente. Deixar seu PC suscetível a ataques é um grande erro!

Não custa nada (se você optar por soluções gratuitas) instalar um programa de segurança no seu computador e, no fim, o impacto em desempenho não é tão grande quanto você imagina. O antivírus não fica efetuando varreduras completas que vão fazer seu PC parecer uma lesma, pode ficar tranquilo!

Dá pra usar a web sem correr muitos riscos

Moral da história: a web é tipo o mundo real, ou seja, ninguém nunca está totalmente seguro. Entretanto, é válido ressaltar que você não precisa se desconectar de tudo e fugir para uma ilha isolada para ser feliz. É perfeitamente possível usar os principais serviços e ter tranquilidade ao navegar.

Seguir as dicas mais básicas de segurança (como instalar um antivírus, evitar clicar em qualquer link, utilizar todos os métodos de segurança na sua WiFi e utilizando senhas realmente seguras) é o suficiente para você aproveitar seus sites e serviços favoritos. Estar 100% é impossível, mas fazer sua parte é importante para evitar dores de cabeça.

1 comentários :

  1. Olá,
    Percebemos que seu site oferece arquivos para baixar de forma indireta, sendo necessário o armazenamento destes em algum lugar. O http://Minhateca.com.br é um site de armazenamento e compartilhamento onde voce tem espaço ILIMITADO e totalmente gratuito para hospedar seus arquivos! Porque não experimenta usar nosso site para hospedar os seus arquivos?

    ResponderExcluir